Apresentação

Adepe - Associação para o Desenvolvimento de Peniche

ADEPEA ideia de constituir a ADEPE surgiu em 1994, com a elaboração de um “Plano de Desenvolvimento Local” para Peniche, que as forças vivas da cidade prepararam para apresentar junto da Comissão Europeia como "candidatura espontânea" à Iniciativa Comunitária Pesca (I. C. Pesca), que estava em concepção.
Segundo este plano de desenvolvimento deveria ser criada uma entidade local - ADEPE - que deveria gerir localmente a aplicação dos fundos a receber por via desta iniciativa, cujo objectivo seria a promoção das iniciativas de base económica alternativas às pescas.

Contudo, quando foi promulgada, em Dezembro de 1995, a Portaria que regulamentou a I. C. Pesca, esta ficou sob a gestão exclusiva da Direcção-Geral de Pescas e Aquicultura e com objectivos algo desfasados dos traçados pela Comissão, pelo que se esfumaram as expectativas inicias. Entretanto, a ADEPE foi notarialmente constituída em Julho de 1995, como associação sem fins lucrativos, com a missão de promover o desenvolvimento integrado do concelho de Peniche. Os seus primeiros corpos sociais foram eleitos a 28 de Março de 1996, tendo os mandatos a duração de três anos.

Em Janeiro de 1996, um vasto grupo de investigadores propôs à ADEPE que fosse a promotora de um estudo de investigação na área das pescas, projecto que veio a ser aprovado em Julho desse ano, ao abrigo do Programa PESSOA. Foi o Estudo “MARHE - políticas de recursos humanos para a fileira das pescas em cenários de crise e mudança”, cujo arranque permitiu criar uma primeira estrutura de recursos que possibilitou o desenvolvimento da associação.

PENICHEDois outros passos importantes no historial da ADEPE são dados numa fase posterior: 1º com a aprovação das candidaturas ao Subprograma Integrar (1998 e 1999), que veio proporcionar uma intervenção em novas áreas, tendo criado importantes produtos que marcaram definitivamente o rumo da ADEPE. O 2º passo foi o Protocolo estabelecido, em 1999, com a Câmara Municipal de Peniche, onde se firmou o papel importante que a ADEPE desempenha no desenvolvimento local e a intenção de colaborar mutuamente na “realização de estudos, projectos e plano com vista ao desenvolvimento económico e social do concelho”.

Desde que iniciou a actividade tem vindo a consolidar-se, embora com dificuldades, que se mantêm, no que respeita ao seu suporte financeiro. Inicialmente, partilhou com a delegação local do Nerlei - Associação Empresarial da Região de Leiria - uma sala arrendada no centro de Peniche, entidade com a qual manteve uma relação de cooperação muito informal nos primeiros tempos. Depois, com o natural crescimento, e em resultado dos projectos em funcionamento, chegou a ocupar três salas afastadas, até que, em Maio de 1999, mudou para o local que actualmente ocupa, na Av. do Porto de Pesca. As suas instalações, uma vez mais arrendadas, são constituídas por quatro salas (sendo uma da formação) e um arquivo. Em 2003 houve uma nova mudança de instalações, para um edifício mais amplo, que conta com 3 salas de formação, gabinetes para os técnicos dos projectos em desenvolvimento na ADEPE e, no rés-do-chão, um espaço amplo que no âmbito do Projecto “O Pintarolas” permitiu criar um Centro de Recursos, a par de um Centro de Inclusão Digital, resultado do projecto “Maré Alta”. Dispõe de um quadro próprio de recursos humanos, constituídos por três técnicos contratados, cujas competências têm vindo a evoluir fruto da experiência entretanto adquirida, equipa que é quase permanentemente reforçada com um ou dois outros colaboradores em situações transitórias (estágios, programas ocupacionais, contratos a termo, etc.).

Dispõe dos principais equipamentos de escritório convencionais, pelo que está razoavelmente apetrechada neste domínio.

Principais objectivos:

  • Promover ações com vista ao desenvolvimento económico, técnico, social e cultural dos seus associados e da população, em geral, do Concelho de Peniche e da região;
  • Contribuir para o associativismo empresarial do Concelho de Peniche e da região;
  • Desenvolver as ações inscritas no seu Plano de Atividades, isoladamente ou em colaboração com outras entidades;
  • Acompanhar, coordenar, executar, gerir e avaliar os resultados da aplicação de programas nacionais ou comunitários;
  • Contribuir para a dinamização, em geral, das atividades económicas do Concelho de Peniche e da região, em especial, incentivar, apoiar e aconselhar os seus associados nas iniciativas de investimento e a um melhor acesso aos programas nacionais e iniciativas comunitárias com que as suas atividades se relacionem;
  • Prestar apoio técnico aos seus associados;
  • Representar os interesses dos seus associados junto dos órgãos de decisão, ao nível local, regional, nacional ou internacional, em conformidade com os seus objetivos e planos de atividades;
  • Candidatar-se à realização de programas de desenvolvimento regional;
  • Promover a qualidade de vida e a cidadania da população do concelho e da região, promovendo uma sociedade inclusiva e promotora da igualdade de oportunidades, designadamente ao nível do aprofundamento das temáticas da igualdade de género e dos direitos individuais com principal enfoque nas minorias étnicas, população imigrante e outros grupos sociais fragilizados ou em risco.

Principais áreas de intervenção:

  • Estudos e investigação:
    • Componente Pescas - Observatório das Pescas, estudo marhe, Projecto ISTMO
    • Componente Social e Associativa - Estudos locais, no âmbito do Fórum Social de Peniche
  • Formação profissional:
    • Formação inicial de aprendizagem nas áreas de animação, do Turismo e de outras resultantes dos diagnósticos de necessidades efectuados
    • Formação contínua nas áreas sociocultural e de desenvolvimento sócio-local
    • Formação e Educação de Adultos (orientadas para a cidadania e para a sociedade da informação)
  • Acção Social/desenvolvimento associativo:
    • Valorização das pessoas e das entidades locais
    • Divulgação e apoio a formas de financiamento para a concretização de iniciativas
    • Incubadora associativa
  • Prestação de serviços à comunidade:
    • Elaboração de projectos
    • Realização de estudos estatísticos
    • Realização de estudos de avaliação de projectos
  • Intervenções em parceria:
    • Actuações em frentes diversas em parceria com entidades locais e/ou regionais (por ex. Natal Penicheiro, Congresso do Distrito de Leiria, Congresso do Oeste, Festival Sabores do mar, Apoio à Introdução do Euro, etc.)

Quem pode ser associado?

  • Os organismos públicos dotados de autonomia administrativa e financeira, com sede ou instalações no concelho de Peniche.
  • As pessoas colectivas, sob forma civil ou comercial, com sede ou delegação no concelho de Peniche.
  • As associações representativas dos diversos interesses do concelho de Peniche.
AVISO:Informação ao Consumidor - Download CNIAAC pdf (8 Kb)

Imprimir

Share |